O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental

Na tarde desta quinta-feira (23) aconteceu na Escola Municipal Olavo Vilas Boas a abertura do PNAIC (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa), programa desenvolvido em conjunto com a Secretaria de Estado de Educação e Ministério da Educação que têm por objetivos garantir que todos os estudantes dos sistemas públicos de ensino estejam alfabetizados, em Língua Portuguesa e em Matemática, até o final do 3º ano do ensino fundamental, além reduzir a distorção idade-série na Educação Básica, melhorar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e contribuir para o aperfeiçoamento do desempenho dos professores.
O foco das ações do Pacto serão os estudantes da pré-escola e do ensino fundamental, cabendo aos professores, coordenadores pedagógicos, gestores escolares e gestores públicos uma responsabilidade compartilhada no alcance do direito da criança de escrever, ler com fluência e dominar os fundamentos da Matemática no nível recomendável para cada idade.

Na oportunidade o Secretário Municipal de Educação Willians Gavioli, representando o prefeito Laércio Cintra Nogueira deu boas vindas a todos os professores que farão parte do programa e que é de interesse do Município que haja um envolvimento muito positivo com este programa e que os resultados possam ser obtidos. “Temos tido uma abertura muito positiva por parte do prefeito Laércio o que nos garante incentivos cada vez maiores para a área da educação, tanto no lado profissional com a capacitação e valorização de nossos professores, quando na melhoria constante das nossas escolas. Muito já fizemos e muito mais faremos”.

Durante a abertura do PNAIC, a pedagoga Maria de Lourdes (Lurdinha) destacou a importância do comprometimento de todos com este curso e que havia e há certo preconceito com a palavra “pacto”, porém todos ali presentes assumem um pacto quando se formam e fazem o juramento como educadores e isto é muito importante, é um pacto com a vida. “Temos que ter em mente a importância do conhecimento; conhecimento gera consciência, que por sua vez gera transformação, são elementos que se complementam e transformam a realidade de alunos e de suas famílias” destacou ela.

O curso terá duração de 100 horas, com duração prevista para até maio de 2018, quando os 36 professores receberão certificação do MEC.

O programa tem a Coordenação da professora Rosane Moraes Figueiredo e como formadoras as professoras Maria de Lourdes Anselmo de Oliveira e Rosangela de Fátima Balbino Moricone.

ASCOM Prefeitura de Guaranésia – A Cidade da gente

Free WordPress Themes, Free Android Games